Planos de saúde com coparticipação

Tempo de leitura: 3 minutos

O que é plano de saúde com coparticipação?

Planos de saúde com coparticipação é uma modalidade de adesão a saúde privada, onde o beneficiário participa das despesas, quando há sua utilização.

Assim, para cada procedimento ou consulta realizada, a empresa participa com uma porcentagem ou valor fixo, de acordo com seu contrato.

Contudo, vamos entender abaixo os benefícios dos planos de saúde com coparticipação e para quem é indicado.

planos de saúde com coparticipação

Vantagens dos planos de saúde com coparticipação

1- Menor custo de contratação

Quando uma empresa analisa os valores dos planos de saúde, já consegue entender que o modelo de coparticipação, seu custo para contratação é bem mais acessível.

Sobretudo, para empresas que necessitam contratar um plano de saúde para seus colaboradores, sem impactar sua folha de pagamentos.

Assim, os planos de saúde com coparticipação, se tornam uma forma de sua empresa oferecer esse benefício, a um custo bem mais atrativo.

2- Uso consciente do plano de saúde

Outro fator importante nesse modelo, é o uso consciente do plano de saúde pelos seus funcionários, devido as taxas cobradas, evitando abusos na utilização.

Assim, isso é um fator importante para não impactar um valor elevado de reajuste do seu plano de saúde, que é calculado pela sua sinistralidade.

3- Os valores das taxas são bem acessíveis

Muitas pessoas acreditam que os valores de coparticipação são elevados, e que numa eventual internação esse valor pode ser impagável.

Muito pelo contrário, os valores de coparticipação cobrados pelas operadoras, são muito acessíveis, e bem aceitos hoje na contratação por empresas.

Ainda assim, o ideal é sua empresa poder ter uma consultoria para entender as taxas de coparticipação, e poder comparar as operadoras e suas vantagens competitivas.

Consulte nossa corretora, estamos aptos a ajudar sua empresa a conhecer os valores e benefícios da coparticipação.

Por exemplo:

Vale a pena aderir a um plano de saúde com coparticipação?

Diante da crise econômica e altos reajustes dos planos de saúde, notamos em nossa corretora, um aumento significativo nas adesões de empresas nos planos com coparticipação.

Devido ao valor das taxas cobradas serem baixas, e aliado a uma redução de custo para a empresa, acreditamos sim que a coparticipação vale a pena.

Contudo, algumas empresas não podem aderir a esse formato, devido as suas regras de sindicato.

Regras contratuais para aderir a um plano com coparticipação

A coparticipação nos planos de saúde, estão sendo comercializadas hoje pelas principais operadoras de saúde privada do Brasil.

Por normas de sua comercialização, contratos nesse modelo, devem contemplar para todos os beneficiários, não podendo ter distinções de formatos com e sem, num mesmo contrato.

Assim, se a empresa optar pelo plano com coparticipação, todos devem entrar nesse formato.

Regras para coparticipação segundo ANS

De acordo com a ANS – Agência Nacional de saúde, entenda algumas regras que as operadoras devem seguir nesse modelo de contratação.

A operadora é obrigada a informar claramente as taxas e regras de utilização da coparticipação.

Contudo, o beneficiário não pode pagar 100% do valor do procedimento de saúde.

Sendo assim, a operadora é livre para definir a taxa de coparticipação de cada procedimento, mas a ANS recomenda o percentual de 30%.

Quem paga a coparticipação é a empresa ou seus beneficiários?

A operadora sempre vai enviar uma fatura para a empresa fazer o pagamento integral, com a mensalidade mais suas taxas utilizadas de coparticipação.

O desconto em folha de pagamento dos funcionários, é um acordo que poderá ser feito entre a empresa e seus funcionários.